ASSESSORIA DE IMPRENSA NÃO É PUBLICIDADE

*Por Gabrielle Jaquiel

confuso

Ambos trabalham com imagem e comunicação institucional, mas é muito importante entender quais são as diferenças entre assessoria de imprensa e publicidade. Tendo essa distinção clara em mente, é possível compreender qual dos serviços é mais adequado para a estratégia da sua empresa.

Basicamente, a rotina de uma agência de PR consiste em buscar informações relevantes do cliente para divulga-las aos jornalistas. O contato será sempre com a equipe editorial dos veículos de comunicação, que vai avaliar se as informações fornecidas são interessantes para o público-alvo do veículo.

Uma agência de publicidade também tem o objetivo de divulgar alguma informação/produto/serviço do seu cliente. No entanto, o modus operandi é bem diferente: ela montará uma campanha publicitária e tratará diretamente com o departamento comercial do veículo. O interesse público não entra em jogo, pois o que importa aqui é o quanto você está disposto a pagar para ter o anúncio veiculado.

Esta é, portanto, a principal diferença entre a assessoria de imprensa e a publicidade: o primeiro trabalha com mídia espontânea, enquanto o segundo com mídia paga.

Essa distinção acarreta em outras consequências, como por exemplo o espaço que sua empresa terá nos meios de comunicação. Na publicidade, você escolhe exatamente o tamanho e destaque que terá: quanto mais pagar, maior será o anúncio. Já a assessoria de imprensa não tem controle sobre o destaque que o jornalista dará a informação que foi passada a ele. É claro que, quanto mais relevante for a novidade, maior será o destaque.

Por outro lado, a credibilidade das duas informações também é diferente. Quando pegamos um jornal, nosso interesse é nas notícias e não nas propagandas. Sendo assim, se um porta-voz fala para um grande veículo, esse espaço que sua empresa conquistou tende a ser muito mais valioso – em termos de relevância, credibilidade, imagem –  do que um anúncio no mesmo jornal.

Portanto, publicidade e PR são serviços de comunicação importantes e, em muitos casos, complementares. Cada um tem o seu propósito e atinge o público-alvo de forma diferente. Cabe ao cliente avaliar de que forma ele pode usar cada serviço para atingir suas metas.

*Gabrielle Ramos é jornalista formada desde 2012 na Universidade Nove de Julho, com especialização em Marketing Digital pela E-commerce School e Mídias Sociais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Com 08 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é responsável por Planejamentos Estratégicos e Conteúdo na PiaR Comunição.

Um comentário em “ASSESSORIA DE IMPRENSA NÃO É PUBLICIDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: