PAUTA SOBRE SUA MARCA VS. PAUTA DE MERCADO

typewriter2

Quando falamos sobre publicações nos mais diversos veículos, um dos primeiros pontos de atenção deve ser a pauta. Com certeza sua assessoria de imprensa já te auxiliou a trabalhar com uma pauta sobre sua marca e outra relacionada a seu mercado de atuação. Mas, a pergunta que fica é – você sabe qual a diferença entre as duas?

Fazendo uma breve introdução do que é uma pauta, ela reúne as informações necessárias para aguçar a curiosidade do repórter. Se houver interesse, ele irá apurar as informações, entrevistar os envolvidos e publicará a matéria. Quando sua agência de PR propõe trabalhar uma pauta referente a sua marca, por exemplo, isso engloba pegar as informações importantes sobre um determinado assunto que envolva a empresa e tentar cavar um espacinho nos veículos relevantes para a marca. Dessa forma, seu assessor irá ligar para o jornalista, vender a pauta e se houver interesse, marcará uma entrevista.

Quando sugerimos uma pauta de mercado e pedimos dados mais concisos, como número de crescimento, faturamento, porcentagens, é porque os veículos de negócios que costumam pautar esses assuntos dão uma atenção maior às pautas mais completas, que tenham um dado interessante e que convença o jornalista a elaborar uma matéria maior sobre o assunto. Além disso, ficar atento a tudo que acontece no segmento de atuação dos clientes é muito importante, pois qualquer dado importante pode ser utilizado para compor uma próxima pauta.

Hoje, além das ferramentas de divulgação release, artigos e notas, nós também trabalhamos com as sugestões de pauta para ampliar ainda mais as possibilidades de divulgação do cliente. Nós assessores temos todas as ferramentas necessárias para fazer de você um especialista em seu mercado de atuação, seja com uma pauta sobre sua marca ou uma maior de mercado. Afinal, nosso objetivo é ajudar na exposição da sua empresa nas mídias que são relevantes para seu negócio e que impactam seu público-alvo.

*Por Renniê Paro

QUEREMOS ATINGIR SEU CLIENTE. VOCÊ SABE QUEM ELE É?

sonhar-com-arco-e-flecha

Já falamos aqui algumas muitas vezes que o foco da comunicação é gerar branding e relevância para a sua marca (e não leads – apenas para ressaltar!). É claro que as mídias de massa podem ajudar e potencializar o nome de sua startup, mas será que não seria mais interessante virar “o cara” sobre temas relacionados ao seu setor, diante de outros especialistas do mesmo segmento?

Para que uma estratégia de comunicação seja bem realizada é preciso que agência e cliente possam atuar juntos ao traçar o perfil de consumidor de cada startup, para assim entender como ele consome informação. E aí encontramos um desafio. Você sabe, mesmo, que são seus clientes?

São incontáveis os casos de startups que iniciam um processo de assessoria de imprensa e sequer conseguem nos dizer quais são seus públicos-alvo. A consequência disso? O famigerado “disparo para todos os lados”, o que pode acarretar problemas de identidade de sua marca.

Outro problema pode ser que sua equipe de comunicação ficará totalmente perdida, sem ter um norte para atuar, indo contra aquilo que consideramos o ideal: comunicação é estratégia de negócios e não um bombardeio na mídia.

Enfim, não quero me tornar repetitiva, mas antes de começar um trabalho de PR, pare e pense em todo o seu negócio. O que você tem de realmente relevante para dizer à mídia? O que seu conhecimento e sua startup podem contribuir para o mercado em que está inserido? Quem é o seu cliente e o que ele consome de informação? Caso ainda não tenha essas respostas, talvez seja melhor não iniciar uma conexão com a imprensa nesse momento. Pense nisso!

*Por Renniê Paro

O ESPECIALISTA NA MARCA É VOCÊ E O ESPECIALISTA EM COMUNICAÇÃO SOMOS NÓS. VAMOS UNIR FORÇAS?

strength

*Por Juliana Gusmão

Sabemos que ninguém melhor do que você para falar sobre as soluções que sua empresa desenvolveu em seu negócio, não é mesmo? E ninguém melhor do que nós assessores para te auxiliar nos processos de comunicação e exposição na mídia. Por isso, a aliança entre as duas pontas é muito importante para que o trabalho de PR dê muito certo.

Por quê digo isso? É muito simples! Nós assessores temos todas as ferramentas para fazer de você um especialista em seu mercado de atuação, para ajudar na exposição da sua empresa nas mídias que são relevantes para seu negócio e que impactam seu público-alvo ou até mesmo para marcar encontros de relacionamento com jornalistas de grandes veículos. Mas, precisamos muito da ajuda dos CEO’s para que o trabalho seja eficaz.

Primeiro passo, deixe que sua assessoria de imprensa faça o filtro do que é ou não relevante divulgar na imprensa. Dessa forma, conseguimos evitar que uma notícia interessante, como por exemplo, o recebimento de aporte, parcerias, lançamento de produtos, entre outros assuntos, sejam publicados primeiramente nas redes sociais. Essa ação impacta diretamente na qualidade do nosso trabalho, pois qualquer chance que tínhamos de conseguir um espaço em grandes veículos, acaba sendo reduzido porque a notícia já não é mais exclusiva.

Quando sugerimos uma pauta de mercado e pedimos dados, como número de crescimento, faturamento, porcentagens, é porque os veículos de negócios que costumam pautar esses assuntos dão uma atenção maior as pautas mais completas, que tenham um dado interessante e que convença o jornalista a elaborar uma matéria maior sobre o assunto.

Para finalizar, o processo de PR é uma via de mão dupla. Nós assessores precisamos muito dos donos das empresas para nos enviar as informações relevantes para elaboração dos materiais para imprensa, e vocês, donos de empresa, precisam da gente para elaborarmos estratégias de PR e torna-los referência em seu mercado de atuação. Por isso, que tal unirmos as forças para fazer sucesso na imprensa?

*Juliana Gusmão é jornalista formada desde 2012 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Pós-Graduação em Marketing e Comunicação Publicitária pela Faculdade Cásper Líbero. Com 3 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Coordenadora de Comunicação na PiaR Comunicação.

WORKSHOP DE TREINAMENTO? VAI TER SIM!

Workshops

*Por Renniê Paro

Não! Não quero aqui instalar a ditadura da comunicação e obrigar as pessoas a fazer as coisas. Mas…(muito mas), vale uma discussão. Há quem diga que quem é especialista em tudo, não é especialista em absolutamente nada – e eu acredito nessa lógica.

Do ponto de vista de comunicação, entendemos que o especialista em seu mercado, seu nicho de atuação, é você! Quem somos nós para dar pitacos nos modelos de negócios ou dizer qual caminho ou gestão financeira seguir? Ninguém rs

Porém, o mesmo se aplica no ramo da Assessoria de Imprensa. Muitas vezes, acabamos por declinar alguns materiais que nos chegam justamente por sermos os especialistas em comunicação e entendermos que aquela divulgação não teria tanto interesse dos veículos em geral (o que poderia queimar cartuchos ou mesmo criar uma imagem ruim com os jornalistas). Isso quer dizer que o lançamento da sua nova feature é ruim? CLARO QUE NÃO! Mas talvez apostar em uma estratégia de Social seja melhor do que com a imprensa.

Por isso, reforço aqui (porque já comentei antes) a importância de workshops e treinamentos de comunicação para interfaces das startups. Com essas ações, o papel da comunicação fica mais claro e você conseguirá entender o fluxo dos jornalistas, bem como o de sua equipe de PR, otimizando recursos e tempo. E o resultado? Conquistas cada vez mais qualificadas em termos de branding para o seu negócio 😉

*Renniê Paro é jornalista formada desde 2008 na Universidade Paulista, com pós graduação em Comunicação Organizacional na FMU. Com 10 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Gerente de Comunicação na PiaR Comunicação.