*Por Renniê Paro

Olha, não é para me gabar não, mas a PiaR tem hoje uma equipe f…!!
E isso não foi do dia para a noite. Passamos por poucas e boas na construção do time que temos hoje e tivemos que fazer inúmeros ajustes, tanto de seleção, quanto de processos internos que impactassem diretamente a performance da equipe.

O grande ponto aqui é que, como gestores, devemos tomar certos cuidados ao compararmos nossa equipe com as de outras agências de PR. Primeiro porque cada empresa é única, portanto também é sua cultura, gestão e entrega de resultados. Segundo, porque ficar perseguindo o concorrente nunca é um hábito saudável e terceiro que abrir jornais/revistas e falar “Como a agência x consegue isso e a gente não? Acho que nossa equipe é ruim” não é a melhor estratégia de motivação, concorda?!

Este ano tive o prazer de participar do RD Summit e, como abordei no texto sobre o evento, pude aprender muitas formas de engajar e motivar a equipe. Isso porque, sem essas pessoas, a empresa simplesmente não existe. Então, gestores, a era da pressão e resultados por medo acabou definitivamente (e nem adianta bater o pé).

É preciso ter coerência, transparência e principalmente propósito se quer que seu time jogue a favor da agência! Só assim, todos saem ganhando: a empresa, os colaboradores e, claro, o cliente final. Pense nisso 😉

*Renniê Paro é jornalista formada desde 2008 na Universidade Paulista, com pós graduação em Comunicação Organizacional na FMU. Com 10 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Gerente de Comunicação na PiaR Comunicação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.