COMO CONHECER SUA EQUIPE E ADEQUAR O PERFIL DE CADA COLABORADOR?

De acordo com um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado no período entre novembro de 2017 e janeiro de 2018, 85% das pessoas que se encontravam na situação de desemprego no país foram desligadas das empresas por questões de ordem comportamental.

Esse índice reflete bastante a insatisfação dos indivíduos ao trabalhar em ambientes corporativos ou em cargos que não têm nada a ver com seu perfil profissional ou habilidades. Mas como evitar essas frustações? O que as empresas podem fazer para melhorar o índice de turnover? São muitas as dúvidas que englobam esse universo.

Com o advento da tecnologia, hoje é possível aplicar a inteligência artificial na hora de fazer o recrutamento e seleção de seus funcionários. Empresas como a Solides, por exemplo, que traz inovação para o setor de RH com o único objetivo de mudar e melhorar o cenário de gestão de pessoas, ajudam a levar mais resultados estratégicos para os gestores. Com decisões mais assertivas acerca de seus colaboradores, consequentemente, há um aumento na produtividade e redução de custos.

Eu, como gestora de equipe, tenho um perfil que muitas vezes é diferente dos colaboradores que aqui trabalham comigo. A ferramenta da Solides me ajuda a ter uma visão mais estratégica e assertiva, onde posso trabalhar de diversas formas e entender o perfil de cada um, até onde posso chegar, como devo falar, as características de cada um e quais habilidades são mais desenvolvidas. Tudo isso em um cenário macro, reflete na produtividade, no clima e mantém um ambiente de trabalho mais leve e com ótimos resultados.

Uma pesquisa feita pela Love Mondays, plataforma que avalia as empresas no país, aponta que 70% dos profissionais desejavam mudar de empregado, sendo que praticamente 30% apontavam como principal motivo a questão de encontrar algo que tivesse mais alinhado com seu momento de vida. A questão do salário, que muitas vezes é um dos pontos de insatisfação dos colaboradores, apareceu na terceira colocação – com 25%, atrás da dificuldade de crescer na empresa – com 29%.

Por fim, acredito que o uso da tecnologia na gestão de pessoas tem sido muito positivo, agregando valor e auxiliando os gestores nas tomadas de decisões. Dessa forma, conseguimos aumentar o tempo do colaborador na empresa e, de fato, proporcionar melhorias que agregam, de alguma forma, algo positivo no dia a dia deles. Afinal, precisamos entender que um ambiente de trabalho qualificado vai muito além dos benefícios que são oferecidos, é preciso cuidar bem de seus funcionários e proporcionar o que tiver ao seu alcance para que eles se sintam bem – são eles que fazem as atividades darem certo. Pense nisso!

*Juliana Gusmão é jornalista formada desde 2012 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Pós-Graduação em Marketing e Comunicação Publicitária pela Faculdade Cásper Líbero. Com oito anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Head de Relacionamento na PiaR Comunicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.