Chegou 2020! Ufa! E com o novo ano chegam também resoluções e reflexões sobre o que se passou. Em termos de comunicação, temos sofrido grandes mudanças e que têm impactado diretamente a vida de todos nós. Tais alterações nesse segmento, e aqui vale destacarmos as verticais de publicidade/propaganda e assessoria de imprensa (são coisas muito diferentes!), são tendências demandadas por mudanças nos hábitos dos consumidores.

Notamos, por exemplo, que a era do Marketing Digital chegou forte e para ficar. Quem deseja se destacar de alguma forma, independente do setor em que atua, precisa (sim, é imperativo) ter uma forte atuação no âmbito digital. Claro que para isso é necessário o desenvolvimento de estratégias de comunicação que tenham premissas sólidas e valores transparentes.

Essa é outra palavrinha chave quando falamos sobre a comunicação da nova década: transparência. Não há mais espaços para “mistérios” ou meias verdades. Todos (TODOS) podem entrar em contato uns com os outros em poucos segundos e conseguir identificar mentiras ou engôdos que qualquer empresário ou companhia tente fazer descer goela abaixo dos seus consumidores.

Identificação política é outra vertical que gerou um grande buzz no ano passado e deve ganhar ainda mais força nos próximos anos. Isso porque as pessoas passaram a se posicionar mais claramente sobre aquilo em que acreditam e, consequentemente, se aproximar de pessoas que tenham o mesmo fit de pensamento sobre o que é melhor para o futuro de nosso país. A comunicação, aqui, desempenha papel fundamental para reunir tais grupos.

Envolvimento de causas ambientai e sociais foram outros motes muito fortes nas mídias e redes sociais. Isso porque são temas que causam controvérsias e “forçam” as pessoas a tomar posicionamentos claros, evitando que fiquem em cima do muro. Enfim, como disse acima, a comunicação (e principalmente seus profissionais) têm sofrido algumas “porradas” e mudado a forma de atuação. Se antes a mensagem era unilateral e pouco contestada, agora ela é multi, debatida e escancarada para quem quiser participar. Por isso, acredito que em 2020 ainda veremos grandes cases de comunicação que são exemplos de adaptação ao novo mundo e, infelizmente, outros cases do que “Não fazer”. Qual sua opinião?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.