Ir para conteúdo

E O E-COMMERCE RESPIRA!

Que a pandemia do novo coronavírus pegou o comércio e muito empreendedor de surpresa não é novidade. Com o isolamento social decretado pelo Ministério da Saúde, estabelecimentos não essenciais tiveram que fechar suas portas para evitar a disseminação do vírus durante a quarentena e, consequentemente, alguns sentiram na pele a queda de faturamento.

Para aqueles que sempre atuaram no ambiente virtual ou migraram para ele para evitar perdas, o cenário foi diferente e bem promissor.  De acordo com um levantamento feito pela Compre&Confie, empresa que monitora dados reais de vendas online no mercado brasileiro, o e-commerce aqui no país faturou R$ 9,4 bilhões em abril deste ano, 81% a mais que em 2019. A pesquisa ainda aponta que esse crescimento só aconteceu devido aos inúmeros pedidos realizados durante o período, totalizando 24,5 milhões de compras online, um aumento de 98%.

Um dos segmentos que teve bastante destaque durante a pandemia do novo coronavírus foi o da saúde. Um mapeamento feito pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mostrou que desde a descoberta do primeiro caso confirmado de coronavírus no Brasil (26 de fevereiro), as compras online de utensílios de saúde em lojas virtuais tiveram um aumento de 111%.

Com a reclusão, a população que antes tinha o hábito de ir até o banco, restaurantes, academias, escolas, supermercados, entre outros estabelecimentos, tiveram que se render e mergulhar no universo dos aplicativos de delivery, bancos digitais, aulas online, etc. Na minha visão, mesmo passado esse momento de isolamento, muitas pessoas ainda vão permanecer no ambiente online devido a praticidade, segurança e agilidade das atividades. A nós, resta torcer para que tudo termine bem, seja para os lojistas, para os e-commerce, para a saúde, economia e população do nosso país.

*Por Juliana Gusmão

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: