enfim, o fim de 2020

Finalmente estamos chegando ao final de um dos anos que, se me permitem, foi inacreditável. O mundo inteiro passou por incontáveis problemas, das mais variadas formas e naturezas, e chegamos à conclusão de que não importa o país em que se está, sua idade ou seu status financeiro, somos todos iguais e sujeitos à ocasiões que fogem ao nosso controle.

Apesar da pandemia (que ainda estamos vivendo), crises políticas e econômicas e a resposta da natureza aos nossos “caprichos”, acredito que devemos olhar para 2020 com um ângulo de agradecimento. Sim, sei que pode soar esquisito falar isso, depois de tudo que temos vivido, mas é meu modo de pensar.

Acho que devemos agradecer a oportunidade de pararmos de sermos completamente malucos, intempestivos, consumistas e imediatistas e podermos passar mais tempo ao lado de nossos familiares e amigos mais queridos. Devemos agradecer pela chance de realmente darmos valor ao que importa e podermos ver a verdade de cada pessoa e situação.

No mundo da comunicação, infelizmente, vi muitas empresas de PR fechando suas portas e demitindo ótimos profissionais. Por outro lado, pude agradecer a oportunidade de manter o emprego que tanto amo, de poder contar com uma equipe que, de fato, vestiu a camisa e se provou confiável e competente, mesmo à distância, e agradecer por termos chamado a atenção de tantos clientes que resolveram permanecer conosco ou passaram a investir em PR como uma forma de se destacar em seus segmentos.

É claro que tivemos baixas no meio do caminho (com relação aos clientes, porque com relação à equipe não perdemos ninguém!), mas esses são ócios do ofício de uma assessoria de imprensa. Se olharmos ao longo do ano, podemos afirmar (e felizes) que ganhamos muito mais clientes do que perdemos e pudermos confirmar a parceria e confiança de tantos outros que já estão conosco nessa caminhada.

Por isso, obrigada 2020! Obrigada por nos fazer parar à força e entendermos melhor a forma como estamos nos relacionamentos com o mundo, com as pessoas e, principalmente, com nós mesmos! Somente assim conseguiremos sair de tudo isso indivíduos melhores! Obrigada!

*Por Renniê Paro

Publicado por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.