comunicacao-para-startups

DIFERENTES FASES DE NEGÓCIOS… DIFERENTES ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO

Ideação, Operação, Tração e Scale-up. Essas são palavras que podem soar estranhas aos ouvidos dos mais desavisados, mas que fazem total sentido para os empreendedores do ecossistema de startups no Brasil. Essas quatro palavrinhas são as que definem (pelo menos até o momento) as fases de maturação de uma startup.

Para explicar melhor e chegar ao ponto central desse artigo (que é a comunicação), vou fazer um resuminho do que caracteriza cada uma delas:

  • Ideação: é aquele momento em que sonhar, imaginar e criar não devem ter limites. É quando começamos a vislumbrar a empresa que queremos ter, onde queremos chegar, com qual público desejamos falar. É o momento de soltar a imaginação e começar a esboçar as ideias no papel;
  • Operação: depois de criar, desenhar e imaginar, é hora de colocar a mão na massa e começar a fazer a empresa funcionar. Essa fase é quando o empreendedor começa a ir, de fato, ao mercado, conquistar clientes e gerar o mínimo de renda. Nesse momento também é interessante estudar possibilidades de aportes ou participação em programas de aceleração;
  • Tração: podemos dizer que essa fase é quando a startup chega, finalmente, à vida adulta. É quando crescer e expandir o negócio se torna imperativo, além de começar a ter um olhar mais detalhista com o fluxo de caixa;
  • Scale-up: por fim, essa fase é quando a startup se torna referência em seu segmento, é quando ela chega ao topo da cadeia das startups. Ao contrário das outras fases, em que não há nenhuma regras estritamente rígida, para ser uma scale-up é preciso ter um crescimento de 20% em três anos consecutivos – seja em receita ou no número de colaboradores.

Tudo isso dito (isso porque era um resumo rs), vale destacar que assim como os negócios passam por fases distintas, a comunicação e assessoria de imprensa, para essas startups também será diferente.

Para a fase de Ideação, por exemplo, é completamente dispensável o trabalho de PR. Isso porque sua empresa “nem existe” ainda e são muitos planos e esboços que, pode ter certeza, irão mudar. Já na fase da Operação, vale começar a pesquisar mais sobre o que é uma assessoria, quais suas entregas e como ela pode ajudar em seus negócios. Sinceramente, também acho que ainda não é o momento de contratar uma agência de PR.

Já para as duas últimas fases, o conceito de PR se torna bem interessante. Para quem está em Tração, muitas vezes ter uma boa equipe de Assessoria será uma forma de alavancar seus negócios por meio da criação de uma boa reputação na mídia (lembrando que NÃO VENDEMOS PRODUTOS/DOWNLOADS), nosso papel é gerar endosso de marca.

Por fim, a fase que consegue aproveitar melhor os serviços de uma Assessoria é, sem dúvidas, a de Scale-up. Isso porque essas startups já sabem quem são, têm claro seus valores e objetivos de crescimento, além de entender melhor o importante papel de uma boa comunicação com seus públicos.

E você, em que fase está? Se quiser ajuda para entender um pouco mais, é só nos chamar.

*Por Renniê Paro

Publicado por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.