startup-alem-do-exit

NADA DE PONTOS FINAIS…

Já falamos algumas vezes sobre as fases de uma startup do mercado, quais suas necessidades, desafios e, claro, como alcançar novos patamares. O ponto que queremos trazer para o texto de hoje é: será que o sonho de todo empreendedor é chegar ao famoso EXIT?

Após mais de 15 anos atuando como assessora de imprensa de muitas startups, de diversos tamanhos e segmentos, a resposta é: NÃO!

E sim, isso é super ok! Está tudo bem em não sonhar com um exit. Isso acontece porque muitos empreendedores sonham em gerar conexões genuínas, valores e propósitos reais em seus mercados de atuação. Para isso, é preciso imprimir seu DNA na marca, fazer com que os pontos de valores de sua empresa sejam reais e transpareçam para todos os seus stakeholders: colaboradores, clientes e fornecedores.

A questão então, quando você decide que não quer vender sua startup é: como não cair no ‘limbo’? Como não cair no comodismo? Como se diferenciar de seus concorrentes. Em minha opinião só há um caminho: ouvir seus clientes e apostar em inovações.

No universo das startups é possível testar, falhar e corrigir rota de maneira rápida. E acho que esse é o grande ‘pulo do gato’ para quem deseja sair do mais do mesmo e conquistar novos clientes. Atualmente o consumidor está cada vez mais exigente e deseja ser ouvido, portanto, para galgar patamares cada vez mais altos em seu setor, é preciso ouvir atentamente seus clientes, prestar atenção nas inovações do mercado e, claro, não ter medo de testar.

Somente dessa forma sua startup conseguirá chegar a ser líder de mercado, sempre provocando os clientes e entregando valores reais para problemas que eles venham a ter.

Pense nisso 😉

*Por Renniê Paro

Publicado por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.