doador-de-sangue

O QUE FALTA PARA VOCÊ SER UM DOADOR DE SANGUE?

Segundo dados do Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população brasileira são doadores de sangue, ou seja, média de 16 a cada mil habitantes. Esse índice está dentro dos parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mas ainda não é ideal, se considerarmos que os hemocentros seguem em estado crítico, ainda mais com as dificuldades causadas pelo novo coronavírus.

Aqui na PiaR temos alguns colaboradores que são doadores, incluindo eu mesma. Usando como base a minha experiência, vou responder algumas questões que aparecem quando falamos sobre doação de sangue.

O que é preciso para ser doador?

Segundo o site do Pró-Sangue, os requisitos básicos para ser um doador é ter entre 16 e 69. Para doadores os idosos, necessário que a primeira coleta tenha sido realizada antes dos 60 anos. Já os menores de idade, os responsáveis devem autorizar e existe uma lista de documentos que precisam ser apresentados. Além da idade, o doador também precisa ter acima de 50kg e estar com a saúde em dia.

Mas e o meu caso, que tenho tatuagem?

Eu também tenho, mas isso não me impede de ser uma doadora. Para quem fez uma nova arte, basta esperar 12 meses e já pode doar de novo. Entretanto, existem outros impedimentos temporários além desse. Gravidas ou mulheres em pós-parto, não podem doar e precisam esperar de 90 a 180 dias. Em casos de suspeita de algum tipo de doença ou riscos, é preciso aguardar o tempo determinado para cada caso. E nada de bebidas alcoólicas antes da coleta!

Ok, entendi tudo isso. Mas e a dor?

Como eu disse, esse relato é sobre a minha experiência como doadora. Cada corpo tem uma reação e cada um pode dizer qual o seu próprio grau de tolerância. No meu caso, não senti nada! Rs. Um fato curioso: tenho medo de agulhas (apesar das tatuagens), mas isso não me causou nenhum problema. E tudo acaba bem rápido também. O tempo médio de duração de cada coleta são de 5 a 15 minutos. Quando o processo for concluído, você fica em observação para o caso de passar mal ou algo do tipo. Passado o período de acompanhamento, está liberado para ir para casa (mas nada de fazer esforço!).

Estou decidido, vou doar! O que preciso fazer?

Se você for de São Paulo, no final desse texto deixarei listado hemocentros que você pode procurar. Se não, em uma busca rápida na internet você encontra um próximo de você. Para evitar aglomerações e não se expor ao coronavírus, você pode agendar online seu horário ao posto de coleta. Essa prática já era possível antes, mas com a pandemia, ela se tornou mais um facilitador para os doadores.

Já agendou a visita? Durma bem e esteja bem descansado, se alimente antes do procedimento e pronto!

Uma estimativa do Ministério da Saúde, é que em 2020, por conta da pandemia, de 15 a 20% das doações diminuíram. Se a situação dos hemocentros já era critica antes, o medo dessa nova doença agravou ainda mais a situação. Pesquise e se informe, os hemocentros possuem agendamentos online e telefones disponíveis para o público. Não se coloque em risco, mas também não deixe de ajudar!

Hemocentros no Estado de São Paulo

  • Posto Clínicas – Av. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 1º andar – Cerqueira César, São Paulo / SP
  • Posto Dante Pazzanese – Av. Doutor Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera, São Paulo / SP
  • Posto Mandaqui – Rua Voluntários da Pátria, 4.227 – Mandaqui, São Paulo / SP
  • Posto Regional de Osasco – Rua Ari Barroso, 355 – Presidente Altino, Osasco / SP
  • Posto Barueri – Rua Angela Mirella, 354, térreo – Jardim Barueri, Barueri / SP
  • Posto Stella Maris – Rua Maria Cândida Pereira, 568 – Itapegica, Guarulhos / SP
  • Hemocentro de Botucatu – Unesp – Faculdade de Medicina Campus de Botucatu – Distrito de Rubião Junior, Botucatu / SP
  • Hemocentro de São José do Rio Preto – Av. Jamil Feres Kfouri, 80 – Jardim Panorama, São José do Rio Preto / SP
  • Hemocentro Regional de Campinas – Rua Carlos Chagas, 480 – Cidade Universitária, Campinas / SP
  • Hemocentro Regional de Marilia – Rua Lourival Freire, 240 – Fragata, Marília / SP
  • Hemocentro Regional de Ribeirão Preto – Rua Tenente Catão Roxo, 2.501 – Monte Alegre, Ribeirão Preto / SP

*Por Jéssica Aguiar

Publicado por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.