Arquivo da tag: artigo de opinião

ARTIGOS NÃO FALAM SOBRE SUA EMPRESA. ENTENDA MELHOR…

*Por Renniê Paro

Releases, sugestões de pautas, notas, comunicados oficiais, encontros de relacionamento…se você acompanha o Ninho de Jornal, é nosso cliente ou contratou outra agência de PR, aposto que já cansou de ouvir esses termos. Como falamos inúmeras vezes, essas são algumas das ferramentas que utilizamos no dia a dia. Às vezes individualmente, às vezes integradas…enfim, depende de cada estratégia de divulgação.

Porém, tem uma delas que sempre chama atenção e gera uma certa confusão: o artigo de opinião. Esse é um material muito aplicado por nós, aqui na PiaR, e acreditamos ser uma das melhores estratégias quando o foco é transformar um porta-voz em referência em seu segmento de atuação.

A grande confusão quando falamos de artigo é que muitos empreendedores naturalmente querem destacar as ações de suas empresas, quando na verdade, o enfoque de um artigo deve ser o MERCADO de atuação e não sua startup. Por isso, listo aqui alguns pontos que devem ser levados em consideração quando o assunto é um artigo:

– Como o próprio nome diz, é um artigo de OPINIÃO. Portanto, ele precisa ser pessoal e em primeira pessoa. Além disso, você precisa expressar um ponto de vista sobre determinado assunto;

– Dados do mercado abordado sempre ajudam a melhorar o texto. Portanto, faça uso de informações de entidades de classe para mostrar a robustez do nicho que está sendo falado e depois complemente com o que você acredita que seria o mundo ‘ideal’ no setor, por exemplo;

– Como é um artigo, fica muito ‘jabazeiro’ (ou seja, meio forçado) ficar falando do quanto sua startup é legal. O correto é não citar sua empresa e se deter ao problema/solução/tendência do mercado abordado. Sua empresa será citada sempre na assinatura

Enfim, essas são pequenas dicas de como aproveitar melhor um artigo. Por último, quero destacar: nunca subestime o poder desses textos. Sei que em um primeiro momento podem parecer improdutivos e sem resultados efetivos, mas pode ter certeza que com o tempo seu nome terá se tornado destaque entre os especialistas do setor. Pense nisso 😉

*Renniê Paro é jornalista formada desde 2008 na Universidade Paulista, com pós-graduação em Comunicação Organizacional na FMU. Com mais de 10 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Head de Customer Success e Marketing na PiaR Comunicação.

COMO ESCREVER UM BOM ARTIGO

1438796516-artigo-site

*Por Renniê Paro

Imagine a seguinte situação: você é jornalista de um dos maiores veículos da capital. Por conta disso, recebe diariamente mais de 500 e-mails com sugestões de assuntos diversos sobre empresas de um sem número de segmentos. Nesse cenário, como escolher o assunto mais relevante? Como escolher as empresas sobre as quais você escreverá uma matéria?

Esse é apenas um pedacinho da rotina de um jornalista. Para que o seu material não se perca nesse mar de informações, temos ferramentas como releases, notas, sugestões e pauta e artigos. No dia-a-dia como assessora de imprensa tenho notado que cresce o espaço para essa última ferramenta.

Os artigos vêm ganhando cada vez mais relevância por abordarem visões de especialistas sobre um mercado, e não falando sobre quão boa é uma empresa. Em artigos os jornalistas e leitores passam a enxergar uma oportunidade de entender mais a fundo um nicho de mercado. Pensando em te ajudar a aproveitar da melhor forma a oportunidade de atuar na imprensa com artigos, listamos 3 dicas importantes:

– Nada de mais do mesmo: você é o especialista no assunto em questão, portanto não disserte sobre um tema ou um aspecto que outros profissionais já tenham abordado. Artigos interessantes são provocativos e devem trazer uma reflexão ao leitor. Vale lembrar que falar sobre temas inusitados não significa usar palavras difíceis ou técnicas. O artigo funciona como se você estivesse em um bate papo com o leitor, portanto escreva sempre em primeira pessoa e de forma clara e objetiva;

– O jogo da adivinhação: quem é que não gostaria de saber como será o futuro? Os artigos podem ser uma ótima oportunidade para provocar um exercício de imaginação sobre o mercado que você atua. Claro que todas as suas “previsões” devem ser embasadas em dados já existentes, mas trabalhar com tendências e possibilidades que podemos encontrar daqui há alguns anos, sempre desperta interesse do leitor;

– Um gostinho de quero mais: por fim, é sempre interessante finalizar o artigo deixando um gostinho de quero mais. Terminar com um questionamento ou mesmo com um conselho sobre o tema debatido é interessante e pode despertar o interesse do leitor em saber um pouco mais e, claro, entender que você é “o cara” no tema.

Poderíamos listar aqui outras dicas que podem ajudar na elaboração de um artigo, mas essas três contemplam, de forma generalizada, um roteiro para um bom texto. Vale lembrar que estar de olho no que outros profissionais dizem e mesmo fazer, sempre que possível, uma comparação do mesmo mercado em outros países é interessante e pode enriquecer seus textos. Portanto, se mantenha antenado e explore a oportunidade de se tornar um especialista para a imprensa.

*Renniê Paro é jornalista formada desde 2008 na Universidade Paulista, com pós graduação em Comunicação Organizacional na FMU. Com 10 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Coordenadora de Comunicação na PiaR Comunicação.