Arquivo da tag: pautas

COMO SE DIFERENCIAR E TER SUCESSO EM PAUTAS SAZONAIS?

Ao longo do ano, temos muitas datas comemorativas que conseguimos aproveitar para trabalhar alguns assuntos e colocar em evidência o porta-voz de alguma empresa. Nos próximos meses, por exemplo, já começam a surgir vários assuntos sobre Black Friday. Mas como se diferenciar dos concorrentes e de matérias antigas quando o tema já é recorrente?

Um ponto bastante importante é verificar com seu cliente quais ações eles irão proporcionar durante esse período. Em posse de todas as informações, você consegue analisar qual é a melhor forma de abordagem nas mídias. Se ele tiver uma boa base de dados, trabalhar com levantamentos exclusivos que de alguma forma impacte diretamente o público final, também pode ser um gancho interessante durante a Black Friday.

Acredito que outra vertente interessante é “surfar” nos assuntos factuais e isso será um grande diferencial esse ano. Muito tem se falado sobre os pagamentos instantâneos ou por meio de QR Code, e as startups que oferecem um serviço diferente nesse quesito ou proporcionam uma experiência completa para os consumidores, com certeza terá uma visibilidade mais positiva em relação às outras empresas.

Claro que as estratégias não devem se limitar somente às ações que ocorrem no final de ano. Para ter uma rentabilidade bacana, ainda mais se seu negócio está ligado diretamente com o público B2C, é preciso entender o momento do mercado e quais os tipos de desconto ou ações que você irá proporcionar para seu público-alvo. Assim, muito mais do que sucesso de vendas, o boca a boca será inevitável e, consequentemente, sua marca estará em evidência.

Por fim, se você quer alcançar o sucesso durante essas épocas do ano, é preciso pensar fora da caixa e entender que ser diferente e abordar assuntos que fogem do mais do mesmo é o caminho ideal para ganhar atratividade e se tornar referência em seu mercado de atuação. Pense nisso e conte com sua assessoria de imprensa para construir um planejamento impecável e cheio de boas ideias. Afinal, sabemos que Admiração Vende e queremos contribuir com seu sucesso.

*Juliana Gusmão é jornalista formada desde 2012 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Pós-Graduação em Marketing e Comunicação Publicitária pela Faculdade Cásper Líbero. Com oito anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Gerente de Núcleo na PiaR Comunicação.

FALAR SÓ SOBRE A SUA EMPRESA NÃO É INTERESSANTE

*Por Renniê Paro

Redes sociais, aplicativos, plataformas…é incontável o número de recursos que existem atualmente (e sabe-se lá quantos outros ainda estão por vir) que invadem nossas vidas, algumas vezes de forma discreta, outra nem tanto, que servem (lá no fundinho) para um único propósito: expressão.

Vivemos em um momento em que não há mais um único ser que possa se considerar isolado ou que não tenha “voz” diante da sociedade em que vive. Seja por meio de vídeos, posts ou qualquer forma de comunicação, as pessoas ganharam espaços (públicos e privados) de manifestações de suas vontades, valores e opiniões.

Certo! Mas o que isso tem a ver com Assessoria de Imprensa? TUDO!
Se estamos na era onde todo mundo fala, alguns conceitos e regrinhas dos jornalistas também tiveram que se adaptar. Vamos dar um exemplo para que fique mais claro.

Um jornalista recebe a informação de que uma startup chegou ao mercado e resolve o problema de logística de pequenas e médias empresas de entregas em São Paulo (e pode ter certeza que esse não é um problema pequeno por aqui). Esse profissional pode até achar interessante, mas não vai publicar uma matéria sobre essa startup por um único motivo: “estamos falando de apenas uma empresa desse segmento”.

Agora pense, e se ligássemos para esse mesmo jornalista e propuséssemos que ele elaborasse uma matéria sobre as dificuldades do setor de logística no país, o quanto de dinheiro já foi perdido por conta de soluções arcaicas e como, com a chegada de novas startups e suas tecnologias, esses problemas podem ser solucionados, aprimorando toda uma cadeia?!

Consegue perceber a diferença? Quando falamos de apenas uma startup o “chamariz” para o jornalista pode não ser tão interessante quando falamos de um mercado, seu problema e como alguns players têm quebrado paradigmas.

Sei que já comentei isso com alguns de vocês, mas volto a frisar a importância de pensarmos em pautas de mercados e nichos específicos e como inserir as startups dentro de um contexto maior. Somente assim conseguiremos espaços relevantes e a confiança dos jornalistas. Pense nisso 😉

*Renniê Paro é jornalista formada desde 2008 na Universidade Paulista, com pós-graduação em Comunicação Organizacional na FMU. Com 10 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Gerente de Comunicação na PiaR Comunicação.