Brasil e o compromisso do carbono zero

Você sabe, exatamente, do que se trata o compromisso carbono zero?!

Pois bem, vamos começar. Em 2021 vimos crescer um movimento de compromissos climáticos empresariais, cujos participantes prometem zerar as emissões até 2050, como determinado no Acordo de Paris. Assinado em 2016, trata-se de um acordo que rege medidas de redução de emissão de gases estufa e que tem o objetivo de conter o aquecimento global. Essa onda é chamada de Compromisso Carbono Zero e já atingiu três mil organizações.

Em linhas gerais, essas empresas afirmam que deixarão de emitir carbono e terão, como contrapartida, a compra de créditos de carbono para projetos verdes, tais como iniciativas de energia limpa (como solar e eólica), reflorestamento, reuso de águas e afluentes, entre outros.

A provocação aqui é: até onde as empresas estão dispostas a ir para cumprir tais compromissos, sem abrir mão de sua escala e produtividade?! É algo a se pensar, pois sabemos que continuar crescendo e provendo prosperidade também é importante para o desenvolvimento dos países. Por outro lado, não podemos mais ignorar as necessidades socioambientais tão latentes em nosso dia a dia. Segundo a consultoria McKinsey, serão necessários investir US$275 trilhões para que o mundo alcance as metas propostas.
Os Estados Unidos, China e Índia compõem os três países que mais emitiram carbono em 2020, de acordo com um levantamento do Global Carbon Project. Em uma lista de 15 países mais poluentes do mundo, o Brasil está em 12º lugar. Ainda segundo o estudo citado, 23 países correspondem a 12% da população global e responsáveis por metade das emissões na atmosfera. Os Estados Unidos emitiram 24,6% do carbono, Alemanha com 5,5%, Reino Unido com 4,4% e Japão com 3,9%.

Por fim, o caminho para alcançarmos o compromisso proposto de carbono zero é longo e desafiador. Acredito que o Brasil está focado em apostar em inovações, tecnologias e, principalmente, pessoas interessadas em criar mecanismos que fazem ser possível atingirmos, se não 100% do projeto proposto, ao menos 80%, já gerando um alto impacto positivo em todo o mundo.

<em>Guiarruda</em>
Guiarruda

Guiarruda é CEO da Vertown, startup que oferece ao mercado um software que integra, centraliza e automatiza toda a gestão da cadeia de resíduos e conformidade ambiental, com capacidade de administração consciente e sustentável de todos os materiais em diferentes momentos da cadeia produtiva.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.