Arquivo da tag: vendas

ADMIRAÇÃO NÃO É CÓPIA!

Nesse universo de empreendedorismo, o que mais vemos por aí é o lançamento de diferentes startups, soluções tecnológicas e inovações, independente do segmento. Em um ecossistema cheio de empresas que se destacam e empreendedores que são reconhecidos mundialmente, é natural que algumas pessoas tenham seus ídolos e profissionais que admiram e se espelham.

O que temos que tomar cuidado é para não confundir admiração com cópia. O sucesso de um não necessariamente será o mesmo para outro e por aí vai. Mesmo que os objetivos sejam os mesmos – ser referência em seu mercado de atuação ou ser o melhor naquilo que vende ou oferece aos consumidores, entre outros pontos – para chegar no sucesso é preciso saber claramente quais são seus objetivos e ter em mente as estratégias que irá utilizar para chegar até o topo.

Durante os mais de oito anos que estou no mercado de assessoria de imprensa, já atendi diversas startups e empresas dos mais variados tipos e já presenciei empreendedores dizendo “por quê o fulano saiu na capa da Exame e eu ainda não?”; “Meu concorrente saiu no veículo x, mas era para nós estarmos ali porque somos melhores”; A empresa y foi entrevistada pelo Jornal Nacional, mas ele nem sabe tanto assim sobre o mercado”, e por aí vai.

Primeiro de tudo, é preciso fazer um exercício para entender qual assunto foi abordado. Muitas reclamações vêm somente porque o concorrente teve visibilidade na mídia, mas esquecem de analisar se o assunto abordado, de fato, seria interessante para seu negócio. Exemplo: notícias sobre aportes/investimentos dificilmente abordam outros players do mercado; fusões e aquisições; pautas de mercado em que o concorrente abre números de crescimento e faturamento, e você não fala sobre esse assunto, entre outros, são temas que o jornalista irá utilizar somente a empresa mais atrativa.

Acredito que o ponto principal aqui é – você admirar uma empresa, um empreendedor, um investidor ou um mentor, é extremamente saudável, mas não tente ser exatamente como eles. Cada um tem sua essência e criar seu próprio caminho de sucesso é bem mais gratificante do que ser uma réplica de alguém. Pense nisso!

*Juliana Gusmão é jornalista formada desde 2012 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Pós-Graduação em Marketing e Comunicação Publicitária pela Faculdade Cásper Líbero. Com oito anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é Gerente de Núcleo na PiaR Comunicação.

CINCO ERROS QUE UMA EMPRESA COMETE AO CONTRATAR UMA ASSESSORIA DE IMPRENSA

errado

*por Gabrielle Ramos

 

É comum que algumas pessoas contratem serviços esperando uma coisa e se surpreendam, tanto para o bem, quanto para o mal, com o resultado obtido. Isso porque em inúmeros casos, os serviços contratados não são bem estudados ou não há um conhecimento verdadeiro sobre como eles realmente funcionam.

Com as assessorias de imprensa não é diferente. Muitas empresas contratam os serviços de uma agência esperando um tipo de resultado e se decepcionam quando não recebem o que esperam. Pensando nisso, listei cinco erros comuns que as pessoas cometem ao contratar uma assessoria de imprensa:

PR não é publicidade: Exatamente, não é. Todo e qualquer espaço que conseguimos é espontâneo. Se sua empresa saiu em uma matéria, saiba que trabalhamos duro para conseguir aquele espaço por meio de relacionamento com a imprensa. Não podemos garantir uma publicação justamente porque não pagamos por aquele espaço – quando sai, sai porque convencemos o jornalista de que sua empresa é realmente relevante para aquele público e veículo.

Esperar resultados imediatos: Construção de marca leva tempo. Existe todo um processo de aproximação com a imprensa – a criação de um relacionamento entre a empresa e os jornalistas. É necessário que eles conheçam sua marca, entendam quem você é e o que faz, para que possam utilizar sua empresa como fonte sobre determinados assuntos.

Nem tudo é notícia: Pode parecer estranho, mas não é. Nem tudo o que acontece na sua empresa é notícia – entenda: não quer dizer que não seja importante! Porém, para que algo vire notícia, é necessário que haja utilidade pública e não apenas um anúncio.

Esperar aumento de vendas – Não fazemos SEO: O título desse tópico fala por si só. A assessoria de imprensa não faz SEO – nós trabalhamos com mídia espontânea, ajudamos na construção de sua marca e na visibilidade da sua empresa e, consequentemente, na geração de novos negócios, mas não confunda: sair na imprensa não quer dizer que otimizaremos sua página e suas vendas aumentarão.

Não dar importância para veículos de nicho e veículos menores: Sim, são extremamente importantes para sua caminhada. Nem sempre os grandes veículos são aqueles que vão atingir o seu público alvo, por isso estudamos cada público com muito cuidado e construímos estratégias específicas para cada cliente. Outro fator importante é que existe uma rotatividade muito grande entre veículos e jornalistas – hoje o jornalista que trabalha em um pequeno veículo, pode estar amanhã em outro grande canal. Tudo é válido quando o resultado é positivo para sua empresa – pense nisso!

 *Gabrielle Ramos é jornalista formada desde 2012 na Universidade Nove de Julho, com especialização em Marketing Digital pela E-commerce School e Mídias Sociais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Com 08 anos de experiência em Assessoria de Imprensa, já atuou na comunicação de empresas de diversos segmentos e atualmente é responsável por Planejamentos Estratégicos e Conteúdo na PiaR Comunição.